segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

Afiadela nº 33

Passar o ano é uma afiadela de lápis.
A cada ano, o cinzeiro mais cheio de aparas
e o lápis cada vez mais curtinho.
Não é possível escrever com aparas, é certo.
Mas só é possível escrever com o lápis afiado.

Bom Ano

1 comentário:

JoZe disse...

Excelente imagem, essa do tempo evoluindo como um lápis. Deixando as suas aparas, tão dependente de afias e vulnerável a borrachas que tudo apagam...